Posts Tagged ‘Governo’

A Esquizofrênica Campanha de 2016 para a Prefeitura do Rio de Janeiro.

sexta-feira, outubro 28th, 2016

 

Partidos políticos

Partidos políticos

SEGUNDO TURNO 2016 – A Esquizofrênica Campanha Eleitoral para a Cidade do Rio de Janeiro

A campanha eleitoral do segundo turno na capital do Rio de Janeiro, é pura esquizofrenia.

1- a REDE GLOBO se sente ameaçada pela RECORD – por esse motivo opta por atacar um candidato no segundo turno.

— A REDE GLOBO nunca foi ameaçada por ninguém, foi criada e continua fiel à ditadura de direita que comandou o Brasil.

2 – a capital do Rio de Janeiro irá virar uma cidade RELIGIOSA se um dos candidatos vencer no segundo turno.

— Os habitantes do Rio de Janeiro fazem e vão às festas de todas as religiões.

3 – na cidade do Rio de Janeiro não mais haverá aborto se um dos candidatos for vencedor.

— O aborto é proibido nacionalmente e ninguém ou partido nenhum quer ser o líder de uma campanha que tenha por objetivo a garantia do aborto nos hospitais do ESTADO BRASILEIRO para matar menos mulheres.

4 – o público LGBT será expurgado, perseguido se um dos candidatos for vencedor.

— A perseguição ao público LGBT está na imprensa falada, escrita e televisada que de forma sutil mantém as agressões como cenas policiais, e nunca as apresentam como violência a um direito humano.

5 – as crianças serão obrigadas a fazer sexo nas escolas municipais e creches se um candidato for vencedor.

— Essa campanha é a mais sórdida, todos os pais e mães têm direito a manter e a Prefeitura deveria oferecer o melhor ensino às crianças. Essa campanha é a maior ofensa aos trabalhadores municipais do ensino na cidade do Rio de Janeiro, que dedicam suas vidas a contruir uma população mais consciente e não são subalternos à Prefeitura.

6 – o ensino religioso será obrigatório nas escolas do Rio de Janeiro se um candidato for vencedor.

— o ensino religioso já está definido.no Rio de Janeiro há muito tempo.

7 – a liberação da maconha e outras drogas será permitida na cidade do Rio de Janeiro.

— A liberação das drogas é uma atribuição do CONGRESSO NACIONAL, e como o povo brasileiro é de maioria conservadora, nenhum partido político ousa levar essa questão para ser discutida. As campanhas a favor da liberação é realizada por organizações e brasileiros libertários e que tiveram o apoio do STF aue definiu que todos podem defender o que acreditam.

8 – os black blocs serão os seguranças do Rio de Janeiro se um candidato for vencedor.

— Essa é mais uma campanha da direita brasileira que sob a égide da “ORDEM E PROGRESSO” alimentam ilusões e radicalismos

9 – as mulheres serão consideradas seres de menor importancia se um candidato for vencedor.

O sonho da direita talvez fosse obrigar a burca mas na cidade de maioria femina e que criou a tanga como vestimenta tradicional, mostra como é ridícula essa FANTASIA proibir e cercear a mulher.

10 – a esquerda será maioria no Rio de Janeiro se um candidato for eleito.

— O Rio de Janeiro é um estado brasileiro conservador desde há muito tempo: LACERDA, CHAGAS FREITAS, CESAR MAIA e atualmente os BOLSONAROS nadam de braçada e mostram que os candidatos do segundo turno de 2016 nada são, e agora com o apoio da OPINIÃO PÚBLICA(OP) – REDE GLOBO será definitiva a posição da cidade do Rio de Janeiro.

#FORA_TEMER

segunda-feira, setembro 5th, 2016
#FORA_TEMER

#FORA_TEMER

OLIMPÍADA no RIO DE JANEIRO é dominada por FORA TEMER!

quinta-feira, agosto 4th, 2016

A tocha OLÍMPICA é a senha para o grito de #FORA_TEMER na cidade do RIO DE JANEIRO.

A OPINIÃO PÚBLICA (OP) esconde dos seus jornais, revistas, rádio e televisão, mas o mundo divulga a insastisfação da população com a OLÍMPIADA e o GOVERNO do USURPADOR.

 

 

Por que o STF não JULGA o EDUARDO CUNHA?

quarta-feira, abril 6th, 2016
Presidente da Câmara de Deputados Federais DEPUTADO EDUARDO CUNHA

Presidente da Câmara de Deputados Federais DEPUTADO EDUARDO CUNHA

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na quinta-feira, 03 DE MARÇO DE 2016, abrir ação penal contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), PLACAR 10 X 0, pelos crimes de corrupção.

Com a decisão, Cunha passa à condição de primeiro réu nas investigações da Operação Lava Jato que tramitam na Corte.